Linksan Agência Web
              
featured-image

7 tipos de site para considerar ao criar um para o seu negócio

Muitos empreendedores, quando decidem aumentar a presença online da marca, não fazem ideia dos tipos de site existentes e acabam travando na hora de escolher o mais apropriado. No entanto, essa seleção pode ser menos complicada do que parece. Basta definir o seu objetivo e conhecer as particularidades de cada modelo.

Tratando-se de empresas, seja qual for o tipo de site escolhido, alguns elementos são indispensáveis. Informações como o ramo de atuação, soluções oferecidas e contato devem estar presentes se você pretende atrair clientes para o seu negócio.

Quer conhecer os tipos de site mais comuns e suas principais características? Continue lendo e confira nossa lista!

1. Institucional

Esse é um dos modelos mais utilizados pelas empresas. O site institucional deve ser simples e objetivo, apenas para mostrar aos consumidores as informações mais relevantes. Uma das principais vantagens é que sua criação costuma sair por um valor relativamente baixo e não é preciso atualizá-lo constantemente.  

2. E-commerce

As lojas virtuais, como o próprio nome sugere, são destinadas às empresas que pretendem vender seus produtos ou serviços diretamente pelo website. Apesar de ser necessário alimentar o site com frequência, você consegue oferecer mais comodidade aos clientes e atingir um público maior. Portanto, se você pensa em expandir o seu negócio, considere essa opção.

3. Portfólio

Os sites estilo portfólio são bastante usados, principalmente, por autônomos e profissionais liberais. O principal objetivo é selecionar e apresentar ao público-alvo os melhores trabalhos desenvolvidos. Geralmente, as empresas inserem o portfólio dentro do site institucional. Desse modo, elas conseguem usufruir dos benefícios de ambos em apenas um canal.

4. Blog

Antigamente, o blog era utilizado por pessoas físicas que desejavam expor seus conteúdos pessoais. Hoje, ele se tornou uma ferramenta importante para as empresas serem encontradas nos mecanismos de busca e construir uma estratégia de funil de vendas. Assim como o portfólio, o blog pode ser incorporado no site institucional para melhores resultados.

5. Hotsite

Também conhecido como mini site, esse modelo é utilizado para promover uma ação específica, como o lançamento de um produto ou evento. Logo, o hotsite fica disponível por um breve período. Para isso, você deve criar um domínio próprio com o nome da campanha e inserir as informações pertinentes.

6. Landing Page

A Landing Page é uma página única que tem como objetivo converter os visitantes em leads (clientes em potencial). Normalmente, é disponibilizado um material rico para download, como um e-book ou videoaula, em troca do e-mail do usuário. Desse modo, você consegue contatos qualificados para trabalhar em sua estratégia de e-mail marketing.

7. Site Responsivo

Os sites responsivos são aqueles que se adaptam aos diferentes dispositivos, como os tablets e smartphones. Não existe um modelo único, podendo ser institucional, e-commerce, blog etc. Atualmente, mais do que nunca, a responsividade é indispensável, visto que grande parte dos usuários utilizam o aparelho celular para acessar a internet. Portanto, você não deve deixar jamais esse item de lado.

Percebeu como cada elemento da lista pode proporcionar diferentes benefícios? Sendo assim, o ideal é não ficar preso a apenas um modelo e explorar os variados tipos de site para alcançar os melhores resultados.

Quer ficar por dentro das novidades? Siga-nos no Facebook e LinkedIn para saber quando postarmos um conteúdo novo aqui no blog!

Post Your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em nossa Newsletter
Arquivos
Copyright ©2018. Linksan - Todos os Direitos Reservados