Linksan Agência Web
              
featured-image

Qual a importância da segurança na internet em um e-commerce?

A tecnologia trouxe diversas vantagens para as pequenas e médias empresas, como, por exemplo, a competição com as grandes corporações. Porém, com as novas tecnologias, também, surgem vulnerabilidades que antes não existiam. Assim, como garantir a segurança na internet nesse ambiente mutável?

Esse é um problema recorrente para todas as empresas sejam elas pequenas, médias ou grandes e independe do mercado em que elas atuam. Muitos dados são gerados na interação entre sites e os seus clientes, e todas essas informações devem ficar protegidas contra ataques.

Neste post levantamos algumas informações para mostrar para você a importância de se preocupar com a segurança!

O problema

Em um episódio recente nos Estados Unidos, a Equifax, uma das três maiores empresas de análise de crédito dos EUA, sofreu um ataque hacker que resultou no roubo de informações de cerca de 143 milhões de americanos. Entre os dados furtados, estavam número do seguro social, endereço e nome completo de várias pessoas, ou seja, informações suficientes para que os cibercriminosos fraudassem identidades.

Com esses casos aparecendo na mídia constantemente, muitos clientes podem se sentir inseguros ao realizar compras online em e-commerces por medo de fraudes, ou ter seus dados roubados por pessoas mau intencionadas. Consequentemente, isso ocasionaria perda de receita por parte das empresas.

A solução

Investir em segurança é o caminho para conquistar a confiabilidade de seus clientes e pode ser um diferencial para a sua empresa se destacar no mercado altamente competitivo de hoje. Vamos listar algumas atitudes a se tomar na busca por melhorar a segurança de seu site:

1. Adquira um certificado digital SSL

Antes de pensar em pedir que seu cliente digite as suas informações pessoais em seu site é necessário adquirir um certificado digital. Esse certificado é o responsável pelo cadeado verde demonstrado na esquerda da barra de navegação e pela implementação do protocolo HTTPS, que criptografa as mensagens trocadas entre o seu servidor e o navegador do cliente, criando um ambiente seguro.

2. Blinde seu site

A blindagem de sites é um termo cunhado para a técnica de verificar as vulnerabilidades existentes em sua página, buscando por fraquezas que podem ser exploradas para uma invasão.

Ao blindar o seu site, você pode verificar os problemas de segurança que existem e encontrar soluções para evitar que eles sejam utilizados para roubar os seus dados e as suas informações.

3. Invista em um WAF

O Web Application Firewall é um sistema de monitoramento capaz de identificar ameaças em tempo real, evitando qualquer tentativa de invasão e roubo de informações. Ele pode ter um alto custo de implantação e não estar ao alcance de uma pequena empresa, porém pode ser um grande aliado na diminuição de chances de ataques bem sucedidos.

4. Bloqueie malwares com atualizações

Os malwares são códigos maliciosos programados para infectar computadores e sites, visando o roubo ou sequestro de informações, assim como a simples destruição de sistemas.

Os cibercriminosos utilizam de malwares construídos em cima de vulnerabilidades de sistemas e plataformas. Por isso, é importante manter todo o ambiente onde o seu site está hospedado  atualizado com a intenção de bloquear o uso desses códigos.

A dica final é pensar na plataforma que você usará para desenvolver o seu site e mantê-lo no ar, visando a segurança de seus dados e de seus clientes. Uma parceria especializada pode ajudá-lo a encontrar a melhor solução para a sua empresa.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a segurança na internet, quem sabe não é hora de ler um pouco sobre o marketing digital? Neste post vamos contar para você 4 práticas estratégicas para o seu negócio decolar!

Post Your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se em nossa Newsletter
Arquivos
Copyright ©2018. Linksan - Todos os Direitos Reservados