Linksan Agência Web
              
featured-image

4 exemplos de Call to Action (CTA) para aumentar as conversões

A melhor maneira de levar o público a praticar uma ação é criar uma chamada persuasiva. Geralmente, nas mídias digitais, essas chamadas são acompanhadas de um link que direciona o usuário para o local desejado, como uma página de vendas ou conversão. Contudo, é fundamental conhecer alguns exemplos de call to action (CTA) para conquistar bons resultados.

O primeiro passo é definir um objetivo de marketing. Sem ele, é impossível colher qualquer fruto. Feito isso, ajuste a linguagem da sua chamada de acordo com o perfil do seu público-alvo. Assim, você consegue uma comunicação clara e aumenta o número de cliques. Por fim, escolha um CTA adequado à funcionalidade da plataforma. No Facebook Ads, por exemplo, existem diversos botões com essa finalidade.

Quer conhecer alguns exemplos de call to action mais utilizados para melhorar a sua chamada e obter resultados melhores? Continue lendo e confira oito!

1. Acessar um conteúdo

Um dos erros mais comuns das empresas que iniciam uma estratégia de marketing digital sem o acompanhamento de profissionais capacitados é tentar vender a todo momento. Nem sempre o usuário está pronto para comprar e precisa passar por algumas etapas até se tornar, de fato, um cliente.

Portanto, o ideal é estimulá-lo a consumir os seus conteúdos até que ele esteja maduro para adquirir o produto ou serviço. O blog é o canal ideal para essa estratégia e você pode direcionar o público para lá por meio das suas redes sociais, e-mail e até mesmo pelo Google, inserindo um CTA na meta-descrição.

Lembre-se de ser breve e mostrar o que a pessoa vai encontrar ao clicar no link. Se o seu conteúdo é sobre dieta saudável, por exemplo, pode criar uma chamada desta forma: “Quer conhecer os benefícios da dieta lowcarb? Acesse o nosso conteúdo”.

2. Seguir nas redes sociais

Outro modo de manter um relacionamento com os consumidores que ainda não se tornaram clientes é estimular a interação nas redes sociais. No entanto, primeiramente, é preciso conquistar seguidores qualificados. Se a pessoa consome seus conteúdos no site ou blog, ela tem o perfil desejado.

Sendo assim, insira uma chamada para ação nos seus conteúdos fazendo o convite para seguir as suas páginas nessas mídias. Para isso, evite o clássico “Siga-nos nas redes sociais”. Mostre um benefício que o usuário poderá ter ao executar a ação. Por exemplo: “Siga-nos no Facebook e fique atualizado quanto aos melhores conteúdos sobre dieta saudável”.

3. Fazer downloads de materiais ricos

É comum no marketing digital oferecermos e-books, videoaulas e outros materiais ricos de informações em troca do e-mail do usuário. Essa é uma das maneiras mais eficazes de converter os visitantes em leads (clientes em potencial). Para esse fim, uma landing page otimizada é a melhor opção.

Em vez do tradicional botão escrito “download”, podemos optar por “saiba mais” para aguçar a curiosidade do usuário. Contudo, somente esse call to action não é suficiente, pois ele não informa sobre o conteúdo do material e nem os seus benefícios. Logo, é necessário fazer uma breve apresentação na sua página de conversão a fim de capturar mais leads.

4. Adquirir um produto ou serviço

Finalmente, chega o momento de vender os seus produtos ou serviços. Como deve saber, é indispensável que a sua página de vendas conte com uma boa descrição e imagens de alta qualidade. Dito isso, você também deverá disponibilizar um botão de CTA bem-posicionado e deixá-lo em destaque.

Frases como “Compre já” ou “Adquira agora” dão um senso de urgência e costumam funcionar bem. Entretanto, é possível aumentar a performance com descontos e testes grátis. Nesse caso, você pode criar algo como: “Compre agora e receba 30% de desconto”.

5. Fazer teste gratuito de software

Só a palavra “grátis” já chama a atenção de muita gente. Por essa razão, ela é uma das armas imprescindíveis para profissionais do marketing. Afinal, quem não gosta de experimentar algo gratuitamente?

Desse modo, caso você tenha uma oferta gratuita ou uma versão sem avaliação do seu software, é uma ótima estratégia explorar isso. Quando um cliente pode experimentar algo sem pagar nada por isso, ele coloca na balança os prós e contras e decide se vale a pena ou não fechar o negócio.

Além disso, existem obstáculos que podem dificultar a conversão de vendas, como os riscos, as incertezas da gratuidade real, os contratos etc. Então, é recomendado que você atenue esses processos e enfatize que o teste não custará nada.

Um exemplo de serviço que oferece teste gratuito imediatamente é a Netflix. A plataforma de streaming se tornou tão popular quanto o Facebook e o Google, e atrai milhões de usuários com um call to action matador: “sua próxima história, agora. Assista onde quiser. Cancele quando quiser”.

6. Participar de enquete

Outro exemplo de call to action é convidar os leitores a responderem perguntas de uma pesquisa. Para que essa estratégia alcance os resultados desejados, é importante oferecer um benefício para incentivar o clique.

A plataforma JustFly.com, por exemplo, criou um e-mail que dá a chance de os usuários concorrem a mil reais em crédito de viagem caso eles respondam a enquete “Vote por uma chance de ganhar”. A campanha traz dados úteis sobre a preferência de compra de quem participou da enquete.

7. Voltar e garantir o desconto

Em algumas situações, pode acontecer de os leads perderem o interesse por determinados serviços/produtos e se desengajarem da sua plataforma. Para contornar essa situação, é possível aplicar um CTA do estilo “come back” e incentivar os antigos clientes a se engajarem novamente.

Um exemplo disso foi a ação realizada pela plataforma HelloFresh, que aplicou um desconto via e-mail de 50% em suas refeições. A estratégia adicional ficou por conta das imagens dos produtos, que deixam os leads mais instigados para aproveitarem o benefício.

8. Recuperar carrinho de compras abandonado

É comum que muitos e-commerces lidem com clientes que colocam produtos/serviços no carrinho de compras, mas, na hora de finalizá-la, não o fazem. Um exemplo de call to action que pode driblar essa situação e melhorar o engajamento dos leads é enviar um e-mail com o oferecimento de algum benefício — o que pode ser frete grátis ou desconto.

Isso não só incentiva o cliente a voltar para o carrinho e finalizar o procedimento, mas também pode torná-lo mais fiel à sua marca.

Pop-up de marketing

Que tal se, em vez de propagandas inseridas em excesso e sem harmonia, você contasse com anúncios formais, mais pontuais e organizados? É disso que se trata o pop-up de marketing. Com ele, os usuários têm as informações do seu interesse de modo facilitado. Alguns exemplos disso:

  • Pushcrew — envia notificações para o usuário, que escolhe se autoriza o recebimento de avisos daquela página;
  • Hello bars — captura e-mails assim que o leitor entra na sua plataforma.

Percebeu como existem diversos exemplos de call to action para diferentes situações? Além de seguir essas dicas, o ideal é que você faça testes e compare os resultados para saber o que funciona melhor para o seu negócio. Desse modo, a sua taxa de conversão crescerá gradativamente.

Este artigo foi útil para você? Compartilhe-o nas redes sociais e ajude mais pessoas a aumentarem suas conversões!


Post Your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Inscreva-se em nossa Newsletter
Loading
Arquivos
Copyright ©2021. Linksan - Todos os Direitos Reservados